O que é que o Porto tem? Tem!

O que é que o Porto tem? Tem! E tem muito mais do que você possa imaginar!

Me diz olhando por essas fotos se Porto não tem cara de uma cidade super gostosa pra passar uns dias? Pelo menos dois dias, vai!? Algumas cidades portuguesas, como em qualquer país, são bem pequenas e um dia é suficiente pra conhecer tudo, que não é o caso aqui. Bem movimentada, cheia de atrativos e contrastes, acredite, até não fazer nada por essas bandas é bom! Tirar uns dias pra relaxar no meio de uma viagem, sem a pressão de conhecer tudo correndo, pode te fazer muito bem, sabia?

Então vamos lá… 3 dias em Porto!
1º dia

Comece a trip pelo que Porto tem de mais clássico: os vinhos! Vila Nova de Gaia! Adoro esse nome por sinal… Convidativa, essa Vila que fica do lado de lá do rio, está cheia de Caves pra você se deliciar com os mais diversos vinhos. Qual escolher pra conhecer dentre tantas? Parte direto pra Cave de Vinhos Sandeman, a mais popular e super bem recomendada. E tire o dia todo só pra isso, que não é pouca coisa e não dá pra conhecer correndo, né!? Na volta pra Porto, escolha um restaurante para jantar no Cais da Ribeira e curta o astral da região…

Caves em Vila Nova de Gaia
2º Dia

Comece pela Ponte D. Luiz I! Daqui você vai ter uma vista espetacular da cidade e do Rio Douro. Descendo a ponte, siga para o Cais da Ribeira, uma região agradabilíssima pra andar. Essa área é bem movimentada e cheia de prédios históricos que margeiam o rio. Neles funcionam lojas e restaurantes com mesinhas espalhadas na calçada. Delicia, né!

Ponte D. Luiz I

Caminhando até o final da Ribeira, às margens do Rio Douro, você chegará na Capela de Nossa Senhora da Piedade. Uma igrejinha bem pequena e simples e se estiver aberta vale a pena dar uma espiada!

Subindo a rua ao lado da igreja fica a praça que homenageia o Infante Dom Henrique. Dito como uma das figuras mais importantes do início dos descobrimentos portugueses. A praça é bonita e de frente pra ela fica o Palácio da Bolsa. Eu que sou apaixonada pela arquitetura árabe, diria que essa visita sim, é imperdível!

Palácio da Bolsa, Salão Árabe

Depois de andar pela região volte na direção da Ponte D. Luiz I. É perto dela que fica a entrada para o funicular (espécie de bondinho) que leva à parte alta da cidade. A entrada para o funicular parece meio escondida, mas basta seguir as placas que não tem segredo. Para subir você pode pagar em dinheiro ou utilizar o cartão Andante Azul, que pode ser adquirido em qualquer estação de trem. #ficaadica

Funicular

Bom, o funicular vai deixá-lo na Batalha, parada que recebeu este nome por estar perto da Praça da Batalha. Desça pela Rua Saraiva de Carvalho até chegar na Catedral de Porto, um dos monumentos mais antigos de Portugal. Vale a pena andar ao redor da catedral admirando as diferenças de estilos usados na sua construção.

Estação São Bento
Estação São Bento

Depois da Catedral caminhe até a Estação São Bento. Mesmo não precisando pegar um trem, vale a pena entrar na estação só para admirar os grandes painéis com os clássicos azulejos portugueses.

Saindo da estação, logo ao lado, fica a Praça da Liberdade. Dela se estende a Avenida dos Aliados. Por se tratar de uma grande avenida, deixe para circular por ela no outro dia. Siga direto para a Igreja dos Clérigos, famosa por sua torre de 75 metros de altura. Se tiver disposição para enfrentar os 240 degraus da escada em espiral, basta pagar 2 euros para subir. Porém, de tudo isso, o que merece maior destaque é a Livraria Lello e Irmão, considerada uma das mais lindas do mundo. E com razão! Ela é maravilhosa mesmo!

Livraria Lello e Irmão

Depois da Livraria faça uma pausa para um doce na confeitaria Bela Torre. Aqui eles servem a Francesinha, um doce típico que deve ser provado. #musteat Depois do doce, você pode dar umas voltas ao redor da igreja que é muito agradável. Essa caminhada o levará de volta à Praça da Liberdade.

3º dia

Agora sim é hora de explorar a Avenida dos Aliados. Essa é a principal Avenida do Porto e é possível notar facilmente a diferença entre essa região e as outras. A arquitetura dos prédios, com faixadas de granito, é bem diferente da região da Ribeira. Ali é onde os portuenses se reúnem para celebrarem datas especiais.

Subindo pela avenida, você vai passar pela Câmara Municipal do Porto e vai chegar na Igreja da Trindade. Depois parta pra rua do Carmo onde tem a Igreja das Carmelitas e Igreja do Carmo. Duas igrejas geminadas com belos azulejos na lateral.

Igreja do Carmo

De lá, pegue um bonde para o Jardim do Passeio Alegre que fica na foz do rio Douro. Um lugar lindo para curtir a paisagem e curtir o fim de tarde. Ou caso prefira… Você pode passear de barco pelo Rio Douro. É relaxante e você vai ver a cidade por outros ângulos…

Jardim do Passeio Alegre

Poderíamos dizer que em dois dias é possível conhecer as principais atrações da cidade. O centro é relativamente pequeno e dá pra fazer tudo a pé ou de bonde.

Quer dicas de onde dormir? É pra já!

1 – Centro

Principal região para turistas, está perto da grande maioria das atrações de Porto. Se você se hospedar por aqui, fará muita coisa a pé e estará no coração da cidade. Fique perto da Avenida dos Aliados e da Praça da Batalha, para garantir uma localização privilegiada.

O hotel referência com uma boa localização, e um dos mais luxuosos de Porto é o Intercontinental. Qualquer outro hotel perto terá uma boa localização, como o Mercure do centro, que segue o padrão da rede e é o tipo de opção segura.

2 – Zona da Ribeira

Ainda bem próxima ao centro (dá para ir a pé), a região perto do Rio Douro é muito gostosa para passear e uma boa opção para se hospedar também. Além disso, do outro lado do rio está a “Vila Nova de Gaia”, onde ficam a maioria das caves. Região estratégica para quem quer ir à Porto para uma viagem de enoturismo.

3 – Arredores da Casa da Música

Por perto dessa região estão o mercado Bom Sucesso, a Casa da Música e algumas outras atrações. Ficar perto da estação “Casa da Música” do metrô pode ser uma boa pedida. Além disso, costuma ter ofertas de bons hotéis por aqui, como o ótimo Hotel da Música, que fica colado ao mercado.

Agora que você conheceu um pouco do Porto, aproveite para conhecer nosso roteiro de Lisboa. Está caprichado! ;)

Nos vemos pelo mundo!

Até a próxima! :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*